Prefeitura de Aracruz anuncia pacote de obras com mais de R$ 500 milhões em investimentos

O aniversário de 174 anos de emancipação política da cidade de Aracruz está chegando e a Prefeitura preparou um Plano de Investimentos de mais de R$ 500 milhões para comemorar a data junto da população.

O anúncio será feito na quarta-feira (30), pelo prefeito Dr. Coutinho e o vice-prefeito Beto Vieira, às 18h30, no Auditório do SESC, no Centro da cidade. O evento é aberto aos cidadãos para que todos possam conhecer os projetos.

Durante todo o ano de 2021, a administração trabalhou dentro do orçamento que já estava previsto, firmou parcerias, e realizou uma projeção financeira com importantes ações que foram definidas com o objetivo de fazer de Aracruz uma cidade melhor para se viver. Com foco no planejamento estratégico, o município poderá, agora, executar obras que irão melhorar a qualidade de vida do cidadão.

São mais de R$ 500 milhões a serem investidos em vários projetos, que vão desde intervenções em infraestrutura, mobilidade, urbanização, saúde, educação, esporte, gestão, meio ambiente, desenvolvimento econômico, tecnologia, serviços, entre outros, oriundos de recurso próprio e parcerias com o Governo do Estado, Governo Federal, emendas parlamentares,  empresas privadas e operação de crédito.

Para a secretária de Ações Estratégias (Semae), Jeesala Mayer Coutinho, todo o planejamento é fruto do ajuste fiscal e financeiro realizado pela equipe.

“A gestão se organizou e planejou para que pudéssemos fazer esse anúncio que contempla as melhorias que o cidadão aracruzense merece. Adequamos alguns projetos para as atuais necessidades/realidade do município e monitoramos os recursos e as parcerias.

Tudo o que foi planejado e está previsto para acontecer é resultado de um trabalho construído por uma equipe que está empenhada em prol de um bem maior, a entrega de resultados que visem a qualidade de vida de cada munícipe. O planejamento nos dá força para que pensemos em mais investimentos, e é para isso que estamos trabalhando”, disse.

O secretário de Finanças (Semfi), Geraldo Magela Ramos, comentou que só com o planejamento financeiro e estratégico é possível executar os projetos.

“A administração fez o dever de casa implantando medidas de austeridade fiscal, ampliando as receitas e otimizando as despesas para que possamos executar um grande plano de investimentos, priorizando as áreas mais importantes.

Os projetos priorizados promoverão um salto significativo no desenvolvimento urbano e na prestação dos serviços no município. Os recursos aportados são originários de diversas fontes, no entanto, é importante destacar que estamos realizando o maior volume de investimentos com recursos próprios da história de Aracruz, graças ao superávit financeiro apurado no exercício de 2021. Somente com austeridade fiscal e planejamento financeiro é possível realizar grandes projetos”, concluiu.

“Agora, conheceremos o que a administração municipal pensou para alavancar o município e melhorar o dia a dia do cidadão, tudo fruto de planejamento construído através de diagnósticos e de uma engenharia de viabilidade financeira para executar esses projetos”, disse o secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sempla), Giuseppe Silveira.

De acordo com o prefeito Dr. Coutinho, Aracruz vai se tornar um município muito melhor para se viver.

“Com todos os investimentos e melhorias que realizaremos, teremos uma cidade com infraestrutura adequada e pronta para impulsionar o desenvolvimento econômico, atraindo os olhares e criando condições para fomentar a geração de emprego e renda.

Os resultados de todas as execuções, que serão feitas com o que existe de mais eficiente, irão beneficiar vários segmentos da sociedade, visando o crescimento de Aracruz. Muitas coisas boas estão por vir e tudo o que foi e é pensado só demonstra a capacidade técnica e zelo que temos para com os recursos públicos, que devem voltar para a população em forma de serviços, obras e projetos.

O plano de investimentos foi traçado pensando em tudo o que nossa gente merece, mais saúde, inovação, inclusão, mobilidade, modernidade, sustentabilidade e eficiência”, enfatizou.