Deputados se reúnem para elaborar planejamento estratégico do Poder Legislativo capixaba

Na busca por um horizonte ainda mais promissor para a Assembleia Legislativa do Espírito Santo, o Presidente Marcelo Santos convidou todos os 30 deputados estaduais para participarem das atividades do planejamento estratégico. Além dos parlamentares, representantes do Tribunal de Constas do Estado foram convidados a participar do  encontro, agendado para a próxima segunda-feira, dia 4 de dezembro, que tem como propósito definir metas, identificar desafios e traçar estratégias para um legislativo mais produtivo e eficiente.

“O planejamento estratégico reforça o compromisso da ALES em aprimorar sua atuação, consolidando-se como um importante órgão legislativo que busca constantemente elevar seus padrões de qualidade e eficácia em prol dos capixabas”, destacou o presidente Marcelo Santos.

Este evento contará com a expertise de palestrantes renomados. Leonardo Carrareto, Especialista em Inovação, Futuro e Desenvolvimento de Negócios, que trará insights valiosos sobre inovação e futuro. Além disso, Rafael Furlanetti, capixaba, Sócio e Diretor Institucional da XP Investimentos, apresentará uma visão detalhada sobre o Cenário Econômico de 2024.

Orientados por Guilherme Weichert Neto, facilitador das Diretrizes Gerais do Planejamento Estratégico da ALES, os parlamentares vão explorar os desafios e objetivos do legislativo, priorizando a eficiência e a produtividade.

Ao final dos trabalhos vai ser feita uma homenagem especial.  A entrega da comenda Domingos Martins, na ordem Grã-Cruz, ao Ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Antônio Anastasia, em reconhecimento ao seu compromisso e contribuição no cenário político e legislativo.

Após as atividades, os deputados participam do tradicional almoço mensal, contando com a presença ilustre do Ministro Anastasia e dos Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo, promovendo um ambiente propício para troca de ideias e experiências, fortalecendo também a parceria e autonomia entre os poderes.