A proliferação de Golpes na Internet e como evitá-los

Por, Dr. Anderson Marques – Advogado

À medida que a nossa vida se torna cada vez mais digital, aumentam também os riscos associados ao uso da internet. Nesse cenário, cada vez mais se proliferam golpes online, em que vigaristas de todas as espécies exploram a dependência tecnológica e a inexperiência dos usuários para praticar crimes.

Aqui, abordaremos os tipos mais comuns de golpes na internet, oferecendo não apenas um entendimento dessas ameaças, mas também estratégias práticas e legais para evitar ser mais uma das milhares de vítimas diárias.

Tipos Comuns de Golpes

Os golpes aplicados por meio internet são muito variados, mas alguns dos mais comuns incluem:

  • Phishing: Tentativas de obter informações sensíveis como nomes de usuário, senhas e detalhes de cartões de crédito, por meio de comunicações que parecem ser de uma fonte confiável.
  • Scams de Suporte Técnico: Golpistas fingem ser suporte técnico de empresas conhecidas para fazer com que as vítimas instalem malware ou entreguem controle remoto de seus celulares ou computadores.
  • Fraudes em Vendas Online: Vendedores fraudulentos postam produtos que nunca são entregues após o pagamento.
  • Golpes de Romance: Golpistas criam perfis falsos em sites de relacionamento para seduzir suas vítimas e eventualmente pedir dinheiro sob pretextos falsos.

Métodos Utilizados pelos Golpistas

Os golpistas se valem de várias técnicas para manipular suas vítimas, incluindo engenharia social, em que tiram vantagem da inexperiência do usuário e da tendência humana de confiar nos outros, e também se valem de softwares maliciosos que roubam informações diretamente dos dispositivos das vítimas.

Medidas Preventivas

A primeira linha de defesa contra golpes online é a educação digital, é de suma importância  estudar as novas tecnologias a nossa disposição. Conhecer os tipos de golpes existentes também é fundamental. Além disso, no mundo digital, a desconfiança deve ser um princípio norteador das decisões do usuário que, na dúvida deve buscar auxílio especializado antes de qualquer atitude, como envio de informações e principalmente antes da transferência de valores.

Práticas de Segurança

Algumas medidas práticas incluem:

  • Verificação em duas etapas em todas as contas importantes.
  • Instalação de antivírus e sua manutenção atualizada.
  • Nunca responder ou clicar em links de e-mails ou mensagens de remetentes desconhecidos ou que solicitem informações pessoais ou financeiras.
  • Verificação da autenticidade de sites antes de inserir dados sensíveis.

 Legislação e Proteção Jurídica

No Brasil, o Marco Civil da Internet e o Código de Defesa do Consumidor são os principais fundamentos legais para a proteção dos usuários contra golpes online, oferecendo um arcabouço de normas que pode ser usadas para buscar reparação em casos de fraude.

Ações Legais Possíveis

Vítimas de golpes online podem registrar ocorrências em delegacias ou através da plataforma da Polícia Civil. Ações civis com pedido de indenização também podem ser movidas para buscar compensações financeiras, dependo da análise do caso concreto por um advogado.

Conclusão

Como percebemos, adotar práticas de segurança e se manter informado são as melhores estratégias para evitar ser vítima de golpes online. A educação e informação contínuas sobre novos tipos de fraude também é imprescindível.

Além disso, também é importante que todos estejam atentos aos riscos associados ao uso da internet e de como proteger suas informações pessoais e financeiras.

Por fim, caso tenha sido vítima de um golpe online, a primeira atitude deve ser procurar um advogado de sua confiança para obter orientações jurídicas adequadas.

 

Dr. Anderson Marques – Advogado
Instagram: @adv.asmarques