Serra vai triplicar número de cuidadores da educação especial

A rede municipal de ensino da Serra obteve mais uma vitória nesta semana. O Projeto de Lei 413/2021, de autoria da Prefeitura da Serra, que prevê o aumento no número de contratações de cuidadores para estudantes da Educação Especial foi aprovado pela Câmara Municipal da Serra.

Uma Lei de 2017 que limitava o número desses profissionais em até 150, impedindo que o município contratasse mais cuidadores, teve trecho alterado, por unanimidade, pelos vereadores.

Com a aprovação, a Prefeitura da Serra poderá contar, a partir da sanção do prefeito Sergio Vidigal, com nada menos que 450 profissionais da área. Ou seja, o Poder Executivo Municipal vai triplicar o número de cuidadores.

A carga horária, que antes era de 40 horas semanais, passa a ser de 30 horas semanais, e o salário passa de R$ 1.040,00 para R$ 1.212,00 + ticket alimentação de R$ 525,00 creditados em cartão alimentação.

O prefeito Sergio Vidigal comemorou a aprovação do texto, destacando que o mais importante é assegurar a inclusão escolar dos alunos com deficiência.

“Nosso objetivo maior é garantir que os estudantes da Educação Especial da nossa rede sejam alcançados, na sua plenitude, por uma estrutura digna, que permita a eles um processo de aprendizagem equivalente ao de todos os alunos. Ter mais cuidadores, com melhor remuneração, faz parte dessa realização”, declarou o prefeito Sergio Vidigal.

Para atuar como cuidador junto aos estudantes da Educação Especial da rede municipal da Serra, o profissional precisa ter ensino médio completo.

As atribuições dos cuidadores são:

– Acompanhar e auxiliar o estudante com deficiência, cuidando para que ele tenha suas necessidades básicas (fisiológicas e afetivas) satisfeitas, fazendo por ele somente as atividades que ele não consiga fazer de forma autônoma;

– escutar, estar atento às necessidades do estudante;

– auxiliar nos cuidados e hábitos de higiene;

– estimular e ajudar na alimentação e na constituição de hábitos alimentares;

– auxiliar na locomoção de estudantes cadeirantes que não consigam se locomover de forma autônoma;

– realizar mudanças de posição do estudante cadeirante para maior conforto e consequente aproveitamento das atividades escolares;

– comunicar à equipe da escola quaisquer alterações de comportamento do estudante cuidado que possam ser observadas;

– acompanhar os estudantes nas atividades recreativas;

– acompanhar o estudante em outras situações que se fizerem necessárias para realização das atividades cotidianas durante a permanência na escola.

Mais informações: http://intranet.serra.es.gov.br/noticias/serra-vai-ampliar-numero-de-cuidadores-da-educacao-especial