Senai de Tecnologia (IST) desenvolve dois projetos simultâneos para a empresa de pescados

De norte a sul do Espírito Santo, o Senai ES desenvolve projetos e leva soluções para a indústria capixaba. Em Itapemirim, o Instituto Senai de Tecnologia (IST) desenvolve dois projetos simultâneos para a empresa de pescados Atum do Brasil, com foco na produção de congelados: a criação de uma solução inovadora e a mentoria em Lean Manufacturing.

O trabalho em conjunto visa definir processos que promovam a redução de desperdício e o aumento da produtividade, levando a maior competitividade da empresa no mercado. Na mentoria em Lean Manufacturing, também conhecido como Manufatura Enxuta, o objetivo é aproximar a empresa do perfil de indústria 4.0, auxiliando na identificação e eliminação de desperdício.

Equipe de especialistas do Instituto Senai de Tecnologia (IST) propõe soluções para a indústria de pescados. O objetivo é reduzir os desperdícios e promover melhorias

“Temos uma equipe de gerentes muito boa, porém, por falta de uma capacitação técnica, não conseguíamos identificar o que pode ser melhorado na empresa. Buscamos o serviço para oferecer a capacitação para os nossos profissionais, uma vez que é difícil conseguir mão de obra qualificada na região e, consequentemente, oferecer mais qualidade  em nossos serviços”, diz a gerente de produção da Atum do Brasil, Tainá Marques Peçanha.

Na empresa, a consultora do IST direcionou a filosofia Kaizen, com o lema “sempre é possível melhorar”, com treinamento teórico, aplicação do Lean Game – jogo desenvolvido pelo IST com foco em melhorias na produtividade – e acompanhamento técnico em formato de mentoria. Na dinâmica, um grupo de funcionários participa para aprender e replicar o conhecimento adquirido em outros setores da empresa.

“A mentoria é dividida em três etapas, que contempla diagnóstico, plano de ação e monitoramento, e estamos iniciando a segunda fase.

Durante o processo, o conhecimento do consultor é aplicado para o grupo de colaboradores envolvidos, para que possa compartilhar com os funcionários de todo o processo produtivo da empresa e, assim, contribuir para reduzir custos, otimizar processos e identificar gargalos de produção e oportunidades de melhoria”, pontua a consultora do Instituto Senai de Tecnologia (IST), Patrícia Zucatelli Zonta.  

Projeto de inovação 

O trabalho com a empresa de pescados Atum do Brasil se destaca não só pelo diagnóstico do processo produtivo, mas também pela prospecção tecnológica para o desenvolvimento de um dispositivo que vai reestruturar a forma de produção da empresa, otimizando o trabalho.

A equipe de inovação do Instituto atua na elaboração do projeto de uma máquina para corte de postas de peixe congelado, para auxiliar nas atividades laborais e de risco desempenhadas pelos funcionários da empresa.

O projeto está em fase de iniciação, etapa na qual a equipe do IST atua no levantamento de informações sobre o processo e na prospecção tecnológica, para entendimento do problema e apresentação de conceitos de solução.

“Além de padronizar o processo de corte e aumentar a produtividade do setor de congelados, a solução vai aumentar a segurança operacional e reduzir o esforço físico do trabalhador da empresa”, pontua o especialista em Projetos de Inovação do IST Ricardo Machado Tottola.

A tecnologia vai oferecer agilidade e mais segurança na empresa. “O foco é diminuir o tempo de processo, pois hoje em dia a nossa máquina corta posta por posta de peixe, o que provoca o atraso do serviço, e também aumentar a segurança dos nossos funcionários, prevenindo acidentes”, diz Tainá.

Soluções para sua empresa  

Assim como na Atum do Brasil, o Instituto Senai de Tecnologia (IST) pode realizar mentorias e desenvolver soluções ágeis e inovadoras para a sua empresa.

Pioneiro em práticas voltadas para a eficiência operacional com foco no aumento da produtividade e competitividade das empresas, o IST tem como proposta oferecer soluções em eficiência operacional para otimizar a infraestrutura produtiva e promover a melhoria contínua. Para isso, atua junto à indústria com equipe técnica especializada, infraestrutura laboratorial moderna e possibilidade de fomento em desenvolvimento de projetos inovadores.